Petshop (11)2578-0305 | 94207-5043
Clínica Veterinária (11)5583-0390

A prevenção é a maneira mais eficaz, barata e segura de tratar nossos queridos amiguinhos de estimação, portanto, é a melhor solução. Ela traz uma série de benefícios: Aos proprietários e principalmente aos cães e gatos, machos e fêmeas.

Aos Proprietários: No caso das fêmeas, elimina o comportamento de cio (sangramento, sujeira pela casa, uso de fraldas, atrativo para os machos). Elimina o comportamento de demarcação de território através da urina, briga e agressividade entre os machos, além do excesso de libido de alguns cães que adoram cheirar ou montar na perna das visitas.

Aos Cães e Gatos

Os principais benefícios são para eles, é claro.

Na fêmea: o risco de desenvolvimento de tumores de mama em cadelas adultas é de 12%, destes 40% são malignos. Nas mulheres a chance gira em torno de 0,03%. Portanto, se fizermos uma analogia, a cadela adulta corre muito mais risco que a mulher.

No macho: reduz a demarcação de território, diminui ou elimina o comportamento de monta nas visitas ou em objetos, modera a agressividade e, o mais importante, previne as doenças prostáticas, até mesmo o câncer de próstata.

O que a castração precoce tem a ver com tumores de mama? 

Bem na cadela e na gata, a maioria dos tumores de mama são hormônio-dependentes, isto significa que cada vez que uma cadela entra no cio, ela apresenta um pico hormonal que faz com que aumente sua chance de desenvolver tumores de mama através de “sinalizadores” que vão sensibilizando a célula para posteriormente desenvolver o tumor.

Com a castração precoce o índice que é de 12% cai para 0,06% de desenvolvimento de tumores de mama. Bastante significativo considerando que com a castração (retirada de útero e ambos ovários) o animal não fará mais o pico hormonal e não terá “sinalizadores” celulares para o desenvolvimento de tumores de mama.

Ainda na fêmea, com a castração zera a chance dela desenvolver piometra. PIOMETRA É UMA DOENÇA GRAVE, QUE NECESSITA DE INTERVENÇÃO CIRÚRGICA IMEDIATA, OU SEJA, A CASTRAÇÃO.

Castração precoce apresenta risco de morte?

Sim, infelizmente todo procedimento anestésico e cirúrgico apresenta risco de morte. Porém com o avanço da medicina veterinária, através de métodos de anestesia mais seguros como: a anestesia inalatória (Gás), métodos cirúrgicos estéreis, equipe cirúrgica preparada, monitoramento durante todo o procedimento cirúrgico e pós-operatório, este risco acaba sendo muito baixo, próximo do zero, mas existe.

Vale lembrar que quando falo em castração precoce é anterior ao primeiro cio, ou seja, de uma cadela jovem, saudável e com uma recuperação muito melhor do que a cirurgia numa cadela mais velha ou com alguma doença já instalada.

Portanto, prevenção sempre é a melhor solução…

Dra. Fabiana Leite Pestana

CRMV-SP 14.790